Grupo Parlamentar Brasil-Países Árabes é criado em Brasília

A cooperação interparlamentar busca fortalecer as relações entre o Congresso brasileiro e os países árabes e já reúne 31 senadores e oito deputados federais. Iniciativa tem apoio da Câmara Árabe.

Thais Sousa
tsousa@anba.com.br

São Paulo – O Grupo Parlamentar Brasil-Países Árabes foi instituído nesta quinta-feira (05), em Brasília, no Distrito Federal. Os grupos são associações de parlamentares que trabalham para fortalecer as relações entre o Congresso brasileiro e o parlamento de um ou mais países estrangeiros. A iniciativa já reúne 31 senadores e oito deputados federais e conta com o apoio da Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

O secretário-geral da Câmara Árabe, Tamer Mansour (terceiro da dir. para esq. na foto), participou da cerimônia, no Senado Federal. “A frente parlamentar representa um passo muito importante. Demonstra a importância dos países árabes para os parlamentares de vários estados. O objetivo é que esse grupo parlamentar crie um guarda-chuva governamental para a iniciativa privada criar parcerias mais estratégicas nos países árabes e no Brasil”, afirmou ele à ANBA.

A resolução que instituiu o Grupo Parlamentar Brasil-Países Árabes informa que o serviço de cooperação interparlamentar foi criado para incentivar e desenvolver as relações bilaterais entre seus Poderes Legislativos, bem como contribuir para a análise, a compreensão, o encaminhamento e a solução de problemas. “A ideia é que a Câmara Árabe faça parte desse grupo de trabalho abastecendo o grupo com várias ideias e planos de ação que possam ser úteis para as relações econômicas entre o Brasil e o mundo árabe”, destacou Mansour.

A agenda do evento contou com adesão de membros, eleição e posse da diretoria e deliberação do regulamento interno. Na data, foram eleitos o presidente do grupo, o senador Jean Paul Prates (PT-RN); a primeira vice-presidente, a deputada Angela Amin (PP-SC); e o primeiro secretário, senador Weverton Rocha (PDT-MA). Já no conselho consultivo, a presidência é do deputado Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), e a vice-presidência do senador Paulo Rocha (PT-PA).

O embaixador da Palestina e decano do Conselho dos Embaixadores Árabes no Brasil, Ibrahim Alzeben, e representantes da Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras), além do senador Esperidião Amin (PP-SC), estiveram presentes no evento desta quinta-feira. O lançamento oficial do grupo ocorrerá no dia 18 de março, no Salão Nobre do Senado.

Press Release

Publicações relacionadas