Importadora do Catar visitará feira calçadista Francal

A 51ª edição da maior feira de calçados do Brasil ocorre de 03 a 05 de junho, em São Paulo. A empresa varejista 2point, de Doha, é uma das compradoras convidadas de 16 países.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – A Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios (Francal) chega à sua 51ª edição apresentando coleções primavera-verão das principais marcas do setor. O evento receberá a visita de cerca de 40 importadores convidados de 16 países, sendo um árabe. É a empresa varejista 2point, sediada em Doha, no Catar, que conta com oito lojas e vende calçados femininos, masculinos e infantis.

A iniciativa faz parte do Programa Importador, promovido pela Francal junto com a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), que subsidia passagem e estadia a compradores internacionais selecionados. Os importadores convidados vêm dos Estados Unidos, Rússia, Colômbia, Chile, Paraguai, Bolívia, Peru, Equador, Índia, Polônia, Costa Rica, Nicarágua, Uruguai, Panamá e Martinica, além do Catar.

A maior e mais longeva feira calçadista do Brasil ocorre de 03 a 05 de junho no Expo Center Norte, em São Paulo. De acordo com a organização do evento, além dos compradores internacionais convidados, devem comparecer cerca de mil importadores espontâneos de 150 países, e é esperado que venham outros árabes.

Segundo Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal, o calçado brasileiro tem o DNA da exportação. “O mercado externo tem muito interesse em comprar calçados brasileiros, já que a maioria dos importadores se dispõe a nos visitar por conta própria; esperamos exportar 44 milhões de pares este ano”, disse Abdala à ANBA. O diferencial do produto brasileiro, segundo ele, é uma combinação de qualidade, conforto e preços competitivos.

Sobre o mercado árabe, o executivo afirmou que a região do Oriente Médio e Norte da África é muito significativa para o mercado brasileiro. “Esperamos receber mais compradores árabes, eles sempre visitam nossa feira e vêm comprando cada vez mais os nossos produtos”, declarou. Durante a feira do ano passado, a reportagem da ANBA conversou com o diretor-geral da Almoosa, rede de lojas de departamento da Arábia Saudita.

Abdala é descendente de sírios e preside a Francal desde o ano 2000. Ele disse que o calçado brasileiro é visto com bons olhos pelo mercado externo. “Todo mundo gosta da forma simpática do Brasil de fazer negócios”, afirmou.

Além dos lançamentos de centenas de marcas, a Francal apresentará o espaço 100% Varejo, com uma gama de serviços, produtos e soluções aos lojistas em uma área de dois mil metros quadrados. “O varejo está se modificando a cada dia e nós estamos muito atentos a este movimento de transformação; no espaço 100% Varejo, teremos soluções para atrair o comprador, com novas tecnologias, e um espaço físico que servirá de modelo para orientar as formas de melhor expor os produtos, montar a vitrine, a fachada da loja, e formas de atender o cliente”, explicou Abdala.

A Abicalçados tem expectativas positivas para a Francal. “A Francal é responsável pelo início das vendas de coleções que respondem por mais de 70% do total produzido no Brasil”, disse em nota o presidente da associação, Heitor Klein.

Klein declarou estar otimista em relação ao mercado externo, já que, com a valorização do dólar, o preço do calçado brasileiro fica mais competitivo no exterior. “A isso, soma-se a recuperação do mercado nos Estados Unidos, país que vem mudando seu fornecimento de calçados em função das incertezas geradas pela guerra comercial travada com a China”, comentou Klein, mencionando o fato de que os Estados Unidos aumentaram de 10% para 25% os impostos aplicados aos sapatos chineses.

O Brasil é o terceiro maior produtor de calçados do mundo, perdendo apenas para a China e a Índia. “O Brasil produz 950 milhões de pares ao ano, e a China, 13 bilhões, mas posso dizer com tranquilidade que nossa qualidade é superior à deles”, disse Abdala.

A 51ª edição da Francal contará com 350 expositores, sendo 25 internacionais, em uma área de 30 mil metros quadrados. “A Francal é o palco da geração de negócios para o setor, e pode ser uma grande alavancadora de vendas para o segundo semestre, principalmente para o mercado interno; esperamos uma feira consistente, mesmo com o momento crítico da nossa economia, e temos confiança de que o cenário vai melhorar e vamos aumentar as vendas tanto para o Brasil quanto internacionalmente”, concluiu Abdala.

Serviço

Francal 2019
De 03 a 05 de junho
Das 10 às 19 horas
Expo Center Norte
Rua José Bernardo Pinto, 333
São Paulo, SP
www.francal.com.br

 

Divulgação

Publicações relacionadas