Infraestrutura de transportes recebeu R$ 3 bi no Brasil

Ministério da Infraestrutura informou que foram entregues no primeiro semestre deste ano 51 projetos na área, entre eles de restauração de rodovias e construção de instalações portuárias.

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

Brasília – O Ministério da Infraestrutura do Brasil divulgou nesta sexta-feira (02) um balanço dos investimentos feitos em infraestrutura de transportes no País no primeiro semestre deste ano. Foram entregues 51 projetos na área e investidos mais de R$ 3 bilhões em novos empreendimentos e na retomada de obras.

Segundo as informações apresentadas, o resultado abrange a restauração e a finalização de rodovias, construção de instalações portuárias e ferroviárias, além de melhorias no setor aeroportuário. O Ministério da Infraestrutura informou que também 29 ativos públicos foram concedidos à iniciativa privada.

“Tivemos, no primeiro semestre 51 entregas de obras. Essas entregas estão espalhadas por todo território nacional, o que mostra a capilaridade do ministério. Um dos objetivos é fazer a integração do território e levar a logística a quem precisa, induzir desenvolvimento nas regiões menos desenvolvidas”, disse o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

Em entrevista coletiva, Freitas disse que foram realizados leilões de 22 aeroportos, cinco arrendamentos portuários e uma concessão ferroviária. Segundo o ministro, investidores têm ressaltado a “qualidade dos projetos e a forma equilibrada com que os riscos são distribuídos”. Ele disse ainda que os avanços no programa de concessões e a revisão de marcos regulatórios foram implementados em meio a um cenário “adverso” devido à pandemia.

Até o final deste ano, o Ministério da Infraestrutura quer superar as 100 entregas – número maior do que as 92 entregas feitas ano passado. Nesse universo está a meta de superar 2 mil quilômetros de novas rodovias pavimentadas, duplicadas e reconstruídas. Em 2020 foram feitos 1.400 quilômetros.

 

Ricardo Botelho/MInfra

Publicações relacionadas