Junho começa com superávit comercial de US$ 914 milhões

Saldo é resultado de exportações brasileiras de US$ 4,849 bilhões e importações de US$ 3,935 bilhões nas duas primeiras semanas do mês, com apenas seis dias úteis.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – As exportações brasileiras somaram US$ 4,849 bilhões nas duas primeiras semanas de junho, com apenas seis dias úteis, e as importações, US$ 3,935 bilhões, o que resultou num superávit comercial positivo de US$ 914 milhões, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (11) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Pela média diária, as exportações caíram 14,2% em relação a junho do ano passado. Houve redução nas vendas de produtos básicos e semimanufaturados, como petróleo bruto, carnes de frango e bovina, farelo de soja, minério de ferro, milho, açúcar bruto, ouro em formas semimanufaturadas, celulose, ferro-ligas e ferro fundido.

Cresceram, no entanto, os embarques de itens manufaturados, como óxidos e hidróxidos de alumínio, reboques, semirreboques e partes, máquinas e aparelho de terraplanagem, tubos flexíveis de ferro e aço, e obras de mármore e granito.

Na outra mão, a média diária das importações subiu 9,3% em comparação com junho de 2018. Aumentaram as compras externas de produtos químicos orgânicos e inorgânicos, farmacêuticos, equipamentos eletroeletrônicos, automóveis e partes, e equipamentos mecânicos.

No acumulado do ano, as exportações estão em US$ 98,481 bilhões, as importações em US$ 73,393 bilhões, resultando num superávit comercial de US$ 25,088 bilhões.

Ivan Bueno/Appa

Publicações relacionadas