Vacina será requisito para participar do Hajj

Governo saudita anunciou que só poderá fazer a peregrinação religiosa neste ano quem estiver imunizado contra o coronavírus.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O ministro da saúde da Arábia Saudita,  Tawfiq Al-Rabiah (foto acima), informou por comunicado que receber uma vacina contra o coronavírus será requisito para quem quiser fazer a peregrinação religiosa Hajj, segundo notícia publicada no site do jornal saudita Arab News. O governo não divulgou se estrangeiros serão aceitos.

No ano passado, em função da pandemia de covid-19, o Hajj ocorreu com uma quantidade menor de pessoas e com regras severas de distanciamento social, uso de máscaras e higienização. Só foram aceitos residentes na Arábia Saudita, cidadãos ou expatriados. Participaram cerca de mil peregrinos contra milhões em anos anteriores.

Leia sobre o Hajj e o Ramadã:

O Hajj é uma obrigação da religião islâmica para pessoas que estejam saudáveis e com condições financeiras de fazê-lo. Ele deve ser realizado pelo menos uma vez na vida. A peregrinação é feita a Meca, cidade sagrada do Islã. O Hajj é um dos pilares do islamismo e brasileiros muçulmanos costumam participar. Neste ano, ele deve ocorrer em julho.

 

Fayez Nureldine/AFP

Publicações relacionadas