Viagens aéreas na América Latina podem dobrar em 20 anos

Previsão é da fabricante europeia de aviões Airbus, que prevê também demanda por 2.720 novas aeronaves na região.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – A Airbus divulgou nesta terça-feira (30) projeções sobre o crescimento do transporte aéreo na América Latina. A companhia avalia que o número de viagens aéreas na região vai dobrar nos próximos 20 anos. A estimativa é fundamentada na perspectiva de avanço da classe média latino-americana, de 350 milhões de pessoas atualmente para 520 milhões em 2037, e na oferta de viagens mais acessíveis pelas empresas aéreas.

Segundo comunicado da Airbus, o tráfego de passageiros na América Latina dobrou desde 2002. O segmento com maior crescimento de lá para cá foi o de viagens domésticas, mas no ano passado o tráfego intra-regional aumentou com mais força.

Com o aumento previsto, segundo a Airbus, a região terá demanda por 2.720 aeronaves novas de passageiros e carga, com valor estimado de US$ 349 bilhões. São 2.420 aeronaves pequenas e 300 médias, grandes e extragrandes. Se os números se confirmarem, a frota latino-americana vai dobrar em duas décadas.

F. Lancelot/Master Films

Publicações relacionadas