Agência de viagens cria selo para indicar turismo seguro

A Lidercorp, que tem os países árabes no seu foco de atuação, adequou seus serviços à realidade da pandemia, chancelando hotéis, locadoras de carros, empresas, cruzeiros e destinos que adotaram medidas de prevenção à covid-19.

Isaura Daniel
isaura.daniel@anba.com.br

São Paulo – A agência brasileira de turismo Líder Corporate Eventos & Lazer (Lidercorp), que tem os países árabes entre os destinos com os quais trabalha, criou um selo de biossegurança próprio para indicar aos clientes destinos, hotéis, cruzeiros, locadoras de carros e companhias aéreas seguras para viagens neste momento de pandemia.  O selo chancela produtos de viagem no Brasil e exterior com boas práticas de higiene e limpeza e equipes treinadas para atendimento nos padrões que evitam o contágio pela covid-19.

A Lidercorp trabalha principalmente com o segmento corporativo e tem entre os seus focos viagens de negócios entre Brasil e países árabes. Uma das suas divisões, a GoToBEY, é especializada em viagens para o Líbano e atende imigrantes árabes e descendentes em trânsito entre o Líbano e o Brasil. A Líder também tem divisões voltadas para a organização de eventos em viagens corporativas, a viagens de lazer de funcionários de empresas e uma plataforma online de compra de passagens e outros serviços de viagem.

Um dos proprietários da empresa, Marcos Destro (foto acima), conta que houve redução de cerca de 60% nas atividades da agência entre março e maio, mas que a procura começou a melhorar em junho e mais em julho. No período mais crítico da pandemia, os negócios foram sustentados principalmente pelas viagens corporativas. Outra demanda veio de funcionários das empresas atendidas pela Lidercorp que precisaram viajar para ver parentes próximos com problemas de saúde em função da covid-19. “O turismo de lazer parou mesmo”, diz Destro, ressaltando, no entanto, que houve remarcações e compras de passeios para datas mais distantes.

A maioria dos países fechou seus aeroportos para visitantes internacionais durante a pandemia. Agora, com o arrefecimento dos números da covid-19 em boa parte deles e com os aeroportos reabrindo mundo afora, a Lidercorp toma impulso, mas dentro de uma nova realidade em que a preservação da saúde passa a ser essencial. “O selo está endossando fornecedores que estão preocupados com isso, que estão cuidando disso”, falou Destro para a ANBA. O selo é concedido baseado em informações fornecidas pelos empreendimentos de turismo, muitos deles já com chancela de órgãos internacionais para os novos procedimentos.

Destro dá como exemplo redes de hotéis que deixam os quartos vazios por 24 horas após a limpeza e antes de destiná-lo a novo hóspede, o treinamento de equipes de funcionários quanto aos melhores procedimentos e hotéis que adequam horários de check-in para que os viajantes possam fazer sua higiene assim que chegam na cidade. Destro explica que a agência tem disponíveis todas as opções do mercado, mas indica aos clientes quais os locais que adotaram procedimentos de segurança e higiene e recomenda a compra.

A Lidercorp também criou uma série de orientações que dá aos viajantes, segundo o serviço comprado. No caso dos voos, entre as indicações está a aquisição de trechos diretos para o contato da pessoa com a menor quantidade de gente possível, reduzindo o risco de contágio. Na locação de carros, a recomendação é levar álcool em gel e flanela para higienização após entrega ao manobrista ou pagamento de pedágio. Para pessoas que se deslocam de outros estados para tomar voos internacionais no Aeroporto de Guarulhos, no estado de São Paulo, um dos conselhos é fazer uma troca de roupas antes do trecho mais longo. “O que a gente fala para o filho, para a mãe, para o pai, fala para o passageiro também”, relata Destro. E todos devem comprar seguro viagem.

Destro conta que as demandas de brasileiros atualmente para os países árabes estão concentradas no Líbano, para onde estão sendo vendidas viagens individuais a pessoas que vão visitar familiares, e nos Emirados Árabes Unidos, para deslocamentos a negócios. O Líbano abriu seus aeroportos para estrangeiros no início de julho e Destro relata que houve procura expressiva já em junho e um pouco maior ainda em julho. Mas visitas a lazer ao país ainda não têm tanta busca, apenas um grupo está previsto para o final de setembro.

A Lidercorp também criou pacotes pensando na necessidade atual dos brasileiros de se deslocarem para locais mais próximos de suas residências e para os quais possam ir de carro, próprio ou alugado. Um deles foi o Resort Office, com a possibilidade de que o viajante fique hospedado em um resort no qual possa trabalhar e seus filhos possam estudar e brincar. A agência oferece essa possibilidade em uma série de hotéis. Também foi criado o pacote “Seja milionário por um final de semana”, no qual o viajante aluga um Mercedes e se hospeda em um hotel cinco estrelas. Segundo Destro, as pessoas estão se sentindo mais seguras no turismo de carro.

Publicações relacionadas