Artista franco-tunisiano tem mostra individual em São Paulo

Exposição ‘Instrumentos’, de Ismaïl Bahri, traz uma seleção de nove vídeos do artista nascido em Túnis.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – O Espaço Cultural Porto Seguro apresenta, de 22 de maio a 22 de julho, a exposição Instrumentos, do artista visual franco-tunisiano Ismaïl Bahri. A mostra reúne nove videoinstalações, e esta será a primeira vez que Bahri expõe individualmente na América Latina. A curadoria é de Marie Bertran, com correalização da Expomus Exposições, Museus, Projetos Culturais Ltda. A entrada é gratuita é a exposição pode ser visitada de terça a sábado, das 10h às 19h, e domingos e feriados, das 10h às 17h.

Ismaïl Bahri nasceu em Túnis, na Tunísia.

Os vídeos contêm movimentos e elementos singelos; uma veia que pulsa, uma linha que separa, mãos que amassam (como na foto acima), vento que sopra, fogo que queima. Água, papel e tinta passam de meros objetos a protagonistas. Bahri dispõe-se a investigar objetos, escalas, ângulos e linguagens.

Há um enredo estabelecido entre as videoinstalações, e é assim que o trabalho como um todo ganha força. Temas como memória, território, pertencimento e envolvimento são tratados nas obras de uma forma, ao mesmo tempo, afetivo pessoal e sóbria, o que pode causar estranhamento.

“Valorizo em meu trabalho a busca pela simplicidade. O desafio está em, justamente, arranjar uma maneira de como expor uma questão pessoal para tratar um problema que é de todos”, disse o artista em material divulgado.

A efemeridade dos fenômenos observados pelas lentes de Bahri muitas vezes obriga o observador a ajustar a percepção e o alcance do olhar. A ausência de som em muitos dos trabalhos reforça a densidade do conjunto, levando o visitante a uma jornada interior, pelo reconhecimento de si e de todos em uma ação aparentemente banal.

Ao longo da exposição, o artista percorre um caminho crescente; o plano, que no início tem uma gota de não mais que três milímetros, se alarga até compreender uma paisagem inteira dentro dos limites da projeção. O mesmo vale para o conteúdo, a princípio material e mais figurativo, e ao final, fluído e mais abstrato.

(Continua após a galeria)

O artista

Ismaïl Bahri nasceu em 1978, em Túnis, capital da Tunísia. Hoje, vive entre sua cidade natal e Paris e Lyon, na França. O vídeo como forma de expressão ocupa um lugar importante em seu trabalho, ainda que o artista crie também desenhos, fotografias e instalações. Sua obra foca em elementos simples da vida cotidiana, pelos quais desenvolve processos e atribui questões universais.

Serviço:

Instrumentos – Mostra individual de Ismaïl Bahri
Espaço Cultural Porto Seguro
Alameda Barão de Piracicaba, 610 – Campos Elíseos – São Paulo
22 de maio a 22 de julho
Terça a sábado, das 10h às 19h; domingos e feriados, das 10h às 17h
Entrada gratuita
Mais informações no site do Espaço Cultural.

 

 

 

 

 

Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação

Publicações relacionadas