Azeite tunisiano ganha prêmio de melhor do mundo

O azeite de oliva tunisiano tipo Chemlali, da marca Olivko, ganhou pela primeira vez o prêmio de melhor azeite extravirgem do mundo, durante premiação nos Estados Unidos.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – O azeite de oliva tunisiano tipo Chemlali, da marca Olivko, ganhou pela primeira vez o prêmio de melhor azeite de oliva (extravirgem leve) do mundo, entre 900 variedades de azeite de 300 marcas que participaram do New York World Olive Oil Competition (NYIOOC), prêmio dedicado aos produtores de azeite que ocorreu em 10 de maio, nos Estados Unidos.

Competiram produtores de azeite de 26 países, sendo trinta tunisianos. O concurso de Nova York é uma das maiores competições em termos de qualidade do azeite no mundo.

A marca Olivko também ganhou duas medalhas de ouro nas categorias Chetoui e Blend (uma mistura de vários óleos de oliva). A Tunísia tem mais de 100 variedades de plantas de oliva, incluindo a Chemlali, presente principalmente nas regiões Central e Sul do país norte-africano.

Além dos três prêmios da Olivko, a Tunísia ganhou outros sete ouros e sete pratas, graças a 14 variedades de azeite produzidas pelas seguintes marcas: A&S, Parcelle 26 Sélections, Rahma, Parcelle 26 Second Harvest, Safir, Salim, Safir Selection, Carthage Héritage, Oleiva Premium, Kesra e Oleastra.

Divulgação/NYIOOC

Publicações relacionadas