Brasil é destaque na feira Wetex, em Dubai

Mostra dos setores de água e energia terminou nesta quinta-feira. Pavilhão brasileiro organizado pela Câmara Árabe recebeu elogios dos promotores do evento.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – O Brasil é destaque nas áreas de sustentabilidade e de energias renováveis. A avaliação é do vice-presidente da Autoridade de Eletricidade e Água de Dubai (Dewa, na sigla em inglês), Yousef Ebrahim Al-Akraf (centro, na foto). Ele visitou o pavilhão do País na feira dos setores de água, energia, tecnologia e meio ambiente Wetex 2018, nesta quinta-feira (25), último dia da mostra nos Emirados Árabes Unidos.

“O Brasil é um ator muito importante no campo da sustentabilidade e energia renovável e tem muita importância em nossa região (do Golfo). O interesse do público na feira reforçou a importância das tecnologias brasileiras para nós, e [mostrou] que há um futuro promissor para o setor”, disse o executivo. A Wetex é organizada pela Dewa e o pavilhão brasileiro é uma iniciativa da Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

Para Al-Akraf, a primeira participação do Brasil na feira com um pavilhão foi um grande marco. Ele acrescentou que a Wetex se consolidou como uma feira de grande sucesso para o Oriente Médio.

“O pavilhão brasileiro recebeu um grande volume de visitantes e pudemos perceber que a marca Brasil é muito facilmente vendida nesse setor. Conversando com empresários de todo o mundo, vimos que eles associam o País com a questão da sustentabilidade, por termos tantos recursos naturais, rios, a Floresta Amazônica e uma biodiversidade imensa”, destacou Rafael Solimeo (2º da esq. p/ dir. na foto), executivo de negócios internacionais da Câmara Árabe, que participou da mostra.

Solimeo contou que mesmo com uma participação de quatro empresas, além da Câmara Árabe, o pavilhão chamou bastante atenção por ser do Brasil. Ele fez uma avaliação positiva do evento. “A Wetex foi muito boa para o Brasil. A Câmara Árabe deu esse primeiro passo, saindo das boas e velhas commodities para desbravar, diversificar as relações comerciais com esse segmento de negócios”, concluiu.

O embaixador do Brasil nos Emirados, Fernando Igreja (2º da dir. p/ esq. na foto), também esteve no pavilhão brasileiro. Igreja enfatizou a importância de o Brasil ter participado pela primeira vez da feira. “Para o ano que vem, nós pretendemos colocar em nosso programa de trabalho a sugestão de que haja uma participação brasileira mais significativa nessa feira de inovação tecnológica, já que este é um setor chave da economia de Dubai, e o Brasil tem se mostrado cada vez mais presente na área em todo o mundo”, disse.

Divulgação

Publicações relacionadas