Câmara de Comércio promove azeites árabes

Palestra e degustação ocorreram na tarde desta quarta-feira durante a feira ExpoAzeite, em São Paulo.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – A Câmara de Comércio Árabe Brasileira promoveu na tarde desta quarta-feira (11) a palestra “O Azeite no Mundo Árabe: A Grande Descoberta para o Mercado Brasileiro” durante 9ª edição da feira de azeite de oliva ExpoAzeite, no Palácio de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

A executiva de negócios internacionais da Câmara Árabe, Fernanda Baltazar (foto acima, à direita), falou sobre o panorama do azeite árabe no Brasil e no mundo, contou um pouco da história da produção de azeite, que começou no Oriente Médio, e também sobre os principais produtores e exportadores da região, instigando o público presente a buscar conhecer melhor a qualidade e tradição dos azeites árabes.

“A produção de azeite no mundo começou onde hoje é a Turquia, há mais de dois mil anos, e rapidamente se espalhou pelos países árabes vizinhos, como Síria, Palestina, Líbano, Egito, Marrocos, Tunísia e Argélia”, contou Baltazar.

O primeiro secretário da embaixada da Tunísia em Brasília, Amine Sayeb (foto acima, à esquerda), também participou da palestra e falou especificamente sobre o azeite tunisiano, o mais importado pelo Brasil entre os árabes. “A olivicultura na Tunísia é parte da cultura do país, e estamos investindo fortemente na modernização de suas operações e nos processos de extração do azeite, bem como nos sistemas de irrigação, visando melhor qualidade e mais estabilidade.”

(Continua após a galeria)

Sayeb pontuou também que a Tunísia é vencedora de concursos mundiais de azeite em Nova York, Tóquio e Los Angeles, entre outros, além de ser uma grande fornecedora a granel para a Europa.  “O objetivo desta participação aqui hoje é promover o produto tunisiano e buscar estabelecer parcerias com brasileiros que tenham interesse, dando todo o apoio necessário”, disse.

Assistiram à palestra comerciantes, importadores, consultores de importação, professores das áreas de agronomia e gastronomia, público final, entre outros. O consultor Peter Laubenheimer, da Meta Management, disse estar bastante interessado principalmente nos produtos tunisianos, que têm produção 85% orgânica.

“Eu importo principalmente produtos farmacêuticos, mas estou buscando diversificar e vi muita qualidade e custo-benefício nos produtos que foram apresentados aqui hoje”, comentou Laubenheimer.

Além da palestra, a Câmara Árabe, em parceria com a Embaixada da Tunísia, promoveu uma degustação de quatro variedades de azeites tunisianos extravirgens, Terra Delyssa Coupage Premium, Riviere D’Or (este, orgânico), além do Allegro, engarrafado no Brasil, e do Terra Delyssa Selection, importado pela rede de supermercados Carrefour.

As degustações ocorreram no estande da Câmara Árabe na feira, com saladinhas e pães árabes, e também foi montada uma mesa durante a palestra. A ExpoAzeite aconteceu simultaneamente à feira ExpoPizzaria, no mesmo pavilhão, promovendo produtos ligados à pizza.

Para saber mais sobre a palestra, clique no link abaixo para acessar a apresentação.

Apresentação da Câmara Árabe

Bruna Garcia/ANBA
Bruna Garcia/ANBA
Bruna Garcia/ANBA
Bruna Garcia/ANBA
Bruna Garcia/ANBA
Bruna Garcia/ANBA
Bruna Garcia/ANBA
Bruna Garcia/ANBA

Publicações relacionadas