Déficit comercial da Jordânia recua 10%

Diminuição do saldo negativo é resultado do aumento de 5,5% nas exportações e da queda de 4,4% nas importações.

Da Redação
anba@anba.com.br

Amã – O déficit comercial da Jordânia recuou 10% nos sete primeiros meses de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado, em função de um crescimento de 5,5% nas exportações do país, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (25) pela agência de notícias jordaniana Petra. Na foto, vista da capital Amã.

As exportações da Jordânia somaram 2,74 bilhões de dinares jordanianos (US$ 3,86 bilhões) de janeiro a julho, ao passo que as importações totalizaram 7,89 bilhões de dinares (US$ 11,13 bilhões), uma queda de 4,4% em relação aos sete primeiros meses de 2018, de acordo com o Departamento de Estatísticas do país. Isso resultou num saldo negativo de 5,15 bilhões de dinares (US$ 7,26 bilhões).

Artur Widak/NurPhoto/AFP

Publicações relacionadas