Déficit comercial do Egito aumentou em abril

Saldo ficou negativo em US$ 3,87 bilhões, um crescimento de 6,8% sobre o mesmo mês de 2018. Exportações avançaram apenas 0,5%, ao passo que as importações tiveram acréscimo de 4%.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O déficit da balança comercial do Egito subiu para US$ 3,87 bilhões em abril de 2019, ante US$ 3,63 bilhões em abril do ano passado, o que representa um aumento de 6,8%, de acordo com informe da Agência Central de Mobilização Pública e Estatística (Capmas) divulgado quinta-feira (11).

As exportações do Egito cresceram 0,5% em abril de 2019, para US$ 2,58 bilhões, contra US$ 2,57 bilhões no mesmo período do ano anterior. A agência atribuiu o crescimento ao aumento nas exportações de produtos como derivados de petróleo, em 231%, petróleo bruto, em 35%, vestuário (foto), em 4,8%, e plásticos, em 8,8%.

O relatório mostrou que as importações do Egito tiveram um aumento de 4,2%, atingindo US$ 6,46 bilhões em abril. Ferro e aço, trigo, plásticos e drogas farmacêuticas foram responsáveis pela maior parte das importações do Egito durante o mês.

Brasil

O Brasil exportou US$ 95,08 milhões em produtos para o Egito em abril, uma queda de 20,3% ante o quarto mês de 2018, enquanto importou do país árabe US$ 8,015 milhões, um crescimento de 39,3% no mesmo comparativo. Os dados são da Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

Khaled Desouki/AFP

Publicações relacionadas