Empresa traz azeite libanês ao Brasil

A BNB Importação e Exportação desembarca em alguns dias o segundo contêiner com azeites Al Badawi no País. Marca já é vendida em três estados brasileiros e terá degustação no Empório Hortisabor a partir desta segunda-feira (27).

Isaura Daniel
isaura.daniel@anba.com.br

São Paulo – A empresa BNB Importação e Exportação, da capital paulista, desembarca em cerca de 20 dias o seu segundo contêiner com o azeite de oliva libanês Al Badawi no Brasil. A BNB começou a importar o produto no ano passado e tem planos de tornar o azeite produzido no Líbano e a marca com a qual trabalha conhecidos entre os consumidores brasileiros.

O Al Badawi, que é categoria premium, já é comercializado em cerca de 20 estabelecimentos comerciais no Brasil, nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Minas Gerais. Nesta semana, de segunda-feira (27) até o domingo (02), o Empório Hortisabor, do bairro Itaim Bibi, na capital paulista, oferecerá degustação do azeite, das 10 às 19 horas.

Entre os demais locais que vendem o produto na capital paulista estão o Saddi Center, o Mercantil Santa Paula, Durra Empório, e o Mercado Municipal. O sócio proprietário da BNB, o libanês Charbel Naim Barakat, tem planos de promover degustação nos demais estabelecimentos que oferecem o produto e levar o azeite para todos os estados.

Locais de venda do azeite receberão degustações

Barakat constatou que o azeite libanês não é muito conhecido no País e pretende trabalhar para mudar isso. Ele lembra que o Líbano é um dos mais antigos produtores de azeites do mundo. “Quem experimenta, está gostando, está repetindo”, afirmou sobre o Al Badawi. Barakat acredita que a degustação ajudará a construir a imagem do produto no Brasil. “Vai mostrar aos clientes que é um azeite puro e que foi feito com qualidade”, diz.

A BNB trouxe um primeiro contêiner de 20 pés com o azeite em 2017 e está por receber o segundo, desta vez com 40 pés e contendo também azeitonas. A empresa de comércio exterior foi aberta há cerca de um ano e meio justamente com o objetivo de importar o azeite e outros produtos do Líbano e de exportar mercadorias brasileiras ao país árabe.

“Queremos colaborar nas relações comerciais entre o Brasil e o Líbano”, diz Barakat. A empresa tem nos planos importar outros alimentos do Líbano, tais como tahine, pistache, amêndoas e caldo do romã, e avalia produtos que poderiam ser exportados do Brasil. A BNB é associada da Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

O nome da marca que a BNB importa é uma homenagem ao irmão de Charbel, já falecido. O azeite Al Badawi é produzido no Líbano em um negócio familiar, do qual ele era parte. A produção  é levada adiante na aldeia de Kfarzaina Zgharta, na cidade de Zgharta, em um negócio que começou de forma artesanal em 1955.

Azeitonas vêm de oliveiras de Zgharta, no Líbano

Em Zgharta é levado adiante todo o processo de produção, desde a manutenção das oliveiras, até a colheita das azeitonas, a extração do azeite, seu processamento e envasamento. O negócio passou por um processo de modernização recentemente, com a adoção de processos mais modernos, mas ainda preserva a tradição na maneira de produzir. Além de azeite e azeitonas, são feitos sabonetes de azeite de oliva.

O Al Badawi é um azeite extra-virgem, de cor dourada, com baixa acidez, 100% puro, prensado a frio e não filtrado. “Os melhores restaurantes do Líbano são nossos clientes”, diz Barakat. O empresário conta que para ter um azeite de qualidade pesam todas as fases do processo de produção, desde o plantio, até o clima adequado com as quatro estações bem equilibradas, a colheita da azeitona na hora certa, boa seleção, o armazenamento em local correto, etc.

Além de ser vendido no Brasil, o azeite Al Badawi é exportado para alguns países árabes como Emirados Árabes Unidos e Kuwait. No mercado brasileiro, a BNB comercializa o produto com 17,3 litros e 500 ml, mas deve ampliar a diversidade de volumes em breve. A empresa está negociando também a entrada da marca em grandes redes de supermercados.

Contato:

BNB Importação e Exportação
Email: bnbalimentos@gmail.com
Telefone: +55 (11) 2081-5774

Sérgio Tomisaki/ANBA
Sérgio Tomisaki/ANBA
Divulgação

Publicações relacionadas