Prévia da inflação oficial é de 0,19%

IPCA-15 de novembro ficou abaixo da taxa de outubro, que foi de 0,58%. Queda foi impulsionada por preços menores de energia elétrica e botijão de gás.

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

Rio de Janeiro – A prévia da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), ficou em 0,19% em novembro. A taxa, divulgada nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é inferior às observadas em outubro deste ano (0,58%) e em novembro do ano passado (0,32%).

A queda da taxa na prévia de novembro foi puxada principalmente pelos grupos de despesa habitação e saúde e cuidados pessoais. Os itens de habitação tiveram uma deflação (queda de preços) de 0,13%, influenciada pela redução de preços de 1,46% da energia elétrica e de 0,37% no gás de botijão.

Já os custos com saúde e cuidados pessoais recuaram 0,35% por conta da queda de preços de 0,28% dos produtos farmacêuticos e de 2,56% nos itens de higiene pessoal. Paralelamente, os alimentos, que subiram 0,54% na prévia de novembro, evitaram um recuo maior da taxa. Com uma alta de preços de 50,76%, o tomate foi o grande vilão da cesta de compras.

Pedro Ventura/Agência Brasil

Publicações relacionadas