Leilão de energia de Roraima movimenta R$ 1,6 bi

Nove empreendimentos foram habilitados para fornecer energia para Boa Vista e outras localidades do estado em leilão ocorrido nesta sexta-feira (31).

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

São Paulo – O leilão para fornecimento de energia para Roraima, realizado nesta sexta-feira (31), movimentou R$ 1,62 bilhão em investimentos para contratar uma potência de 293,8 megawatts. Os preços ficaram entre R$ 670 e R$ 1.059,17 para o valor pago pelo megawatt/hora (MWh).

Ao todo, nove empreendimentos se habilitaram para fornecer energia para Boa Vista e outras localidades conectadas. Entre as geradoras, oito vão ter contratos de 15 anos por trabalharem com gás natural ou fontes renováveis. Neste grupo estão a Uniagro, que vai oferecer eletricidade a partir de plantas de biomassa de resíduos de madeira e a Enerplan e a BBF, que venceram com empreendimentos híbridos de biocombustível e energia solar.

O início do suprimento está previsto para 28 de junho de 2021. Haviam se cadastrado para participar do leilão de hoje 156 empreendimentos. Roraima é o único não integrado ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

 

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Publicações relacionadas