Mulher do Catar pretende ser a primeira a escalar o Everest

Asma Al Thani pretende se tornar a primeira mulher do Catar a escalar o Monte Everest entre abril e maio deste ano, com o objetivo de inspirar mulheres e jovens da região a desafiar estereótipos e realizar seus sonhos.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – A catariana Asma Al Thani pretende se tornar a primeira mulher do país árabe a escalar o Monte Everest entre abril e maio deste ano, com o objetivo de inspirar mulheres e jovens da região a desafiar estereótipos e realizar seus sonhos. A notícia é do jornal The Peninsula, do Catar.

Al Thani é diretora de Marketing e Comunicações do Comitê Olímpico do Catar e membro da família real do país do Golfo Árabe. O Everest será o maior desafio na jornada de Al Thani para se tornar a primeira mulher do Oriente Médio a completar o Explorers Grand Slam, que envolve escalar todos os Sete Cumes e alcançar o Polo Norte e o Polo Sul. Se ela completar o percurso, deverá se tornar a primeira mulher catariana na história a ficar a 8.849 metros acima do nível do mar.

“Sempre sonhei em escalar montanhas desde que era jovem. Um sonho que sempre foi estimulado pelo meu amor pelo esporte e sua capacidade de inspirar”, disse Al Thani ao jornal.

Em seu extenso trabalho com o esporte no Catar, ela afirma ter visto em primeira mão o poderoso impacto que o esporte e seus atletas podem ter na vida de tantas pessoas. “Se eles caem, sempre se levantam e se esforçam mais. E se eles perdem, eles sempre ficam mais fortes. No final das contas, eles nos inspiram a ser versões melhores de nós mesmos”, declarou.

Al Thani afirmou ainda que escala montanhas porque isso desafia seus limites. “É minha esperança que, ao enfrentar as montanhas mais altas do mundo, eu possa desafiar a imagem estereotipada do explorador tradicional e capacitar mulheres e jovens da região a se desafiarem e sonharem mais alto”, disse.

Aventureira ávida, Asma Al Thani já completou três dos nove desafios do Explorers Grand Slam. Em 2018, ela se tornou a primeira catariana a esquiar o último grau até o Polo Norte como parte de uma equipe internacional de mulheres da Europa e do Oriente Médio, e a primeira mulher catariana a chegar ao topo do Aconcágua em 2019.

Antes disso, em 2014, ela estava entre o primeiro grupo de mulheres do Catar a chegar ao topo do Kilimanjaro.
“Esta tem sido uma jornada de estreias, mas este não é o meu foco. Meu maior sonho é ser a primeira de muitas mulheres do Catar a realizar tais feitos. Juntas, podemos trabalhar para inspirar a próxima geração de mulheres a realizar seus sonhos”, disse Al Thani.

Ela viajará para o Nepal em 1º de abril para começar sua jornada ao campo de base do Everest para se aclimatar, antes de tentar chegar ao topo do Everest em meados de maio, se as condições permitirem.

Asma Al Thani é uma grande defensora do empoderamento feminino no Oriente Médio e tem uma influência significativa no mundo esportivo do Catar, regional e internacional. Como funcionária sênior do Comitê Olímpico do Catar, ela está fortemente envolvida e é uma das principais forças motrizes dos projetos esportivos do Catar.

Divulgação

Publicações relacionadas