Papa Francisco recebe acolhida calorosa no Iraque

Pontífice da Igreja Católica foi recebido com homenagens ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Bagdá nesta sexta-feira (05). Em discurso no Palácio Presidencial, Francisco falou em prol da paz na região.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O Papa Francisco desembarcou no Iraque nesta sexta-feira (05) com uma calorosa acolhida no Aeroporto Internacional de Bagdá, segundo informações divulgadas no site de notícias do Vaticano. O governo do Iraque publicou em suas redes sociais as boas-vindas ao pontífice católico. A visita é histórica pois é a primeira de um chefe da Igreja Católica ao país, que é muçulmano.

Um dia antes de embarcar, o papa publicou uma mensagem para os iraquianos. “Obrigado pelo seu testemunho. Que os muitos, demasiados mártires que vocês conheceram nos ajudem a perseverar na humilde força do amor. Gostaria de lhes trazer o carinho afetuoso de toda a Igreja, que está próxima de vocês e ao mortificado Oriente Médio e os encoraja a seguir em frente”, disse.

Papa foi recebido por presidente iraquiano

O pontífice chegou em Bagdá antes das 12 horas pelo horário local e foi cumprimentado no aeroporto pelo primeiro-ministro Mustafa Abdellatif Mshatat, conhecido como Al-Kadhimi, e por Rahman Farhan Abdullah Al-Ameri, embaixador extraordinário e plenipotenciário do Iraque junto à Santa Sé, além de autoridades civis e religiosas.

Crianças com vestes tradicionais locais ofereceram flores amarelas a Francisco. Ainda no aeroporto, jovens também com a vestimenta do país cantaram músicas típicas em árabe, dançaram e acenaram bandeiras do Iraque e do Vaticano na presença do papa. Francisco ofereceu ao primeiro-ministro um Trítico, uma medalha de prata alusiva à viagem e uma edição especial da “Fratelli tutti”, encíclica sobre a fraternidade e amizade.

Conversa com Barham Ahmed Salih Qassim

O primeiro pronunciamento do papa foi marcado por um pedido de paz e para que as armas sejam caladas. “O Iraque é chamado a mostrar a todos, especialmente no Oriente Médio, que as diferenças, em vez de gerar conflitos, devem cooperar harmoniosamente na vida civil”, afirmou. Francisco lembrou de quanto se rezou nos últimos anos pela paz no Iraque. Ele agradeceu pela possibilidade de realizar a visita.

O discurso foi feito no Palácio Presidencial iraquiano na presença de autoridades, sociedade civil e diplomatas. O papa fez uma visita ao palácio, conduzida pelo presidente Barham Ahmed Salih Qassim, e também teve uma conversa com o líder iraquiano. Depois o papa foi à Catedral de Sayidat al-Nejat (Nossa Senhora da Salvação) para o encontro com os bispos, sacerdotes, religioso, seminaristas e catequistas. No final do roteiro do dia está o deslocamento para a Nunciatura Apostólica de Bagdá, onde Francisco ficará por dois dias.

Vatican News
Vatican News
Vatican News

Publicações relacionadas