Receita gerada pelo turismo no Egito caiu 67% em 2020

Pandemia de coronavírus impactou tanto a receita quanto o número de turistas que chegaram ao país do Norte da África em 2020. Ministérios do Turismo e de Desenvolvimento Econômico do Egito traçam plano para impulsionar setor.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – A receita gerada pelo turismo, importante área da economia egípcia, sofreu queda de 67,2% em 2020. Em 2019, o montante movimentado pelo setor turístico havia chegado a US$ 13 bilhões, reportou o no site do jornal local, Al Ahram. E se em 2019 o número de visitantes internacionais chegou a 13 milhões, em 2020 esse número teve queda de 69,5%.

A Organização Mundial do Turismo da ONU informou que o turismo global perdeu cerca de US$ 935 bilhões no acumulado de janeiro a outubro de 2020 frente ao mesmo período de 2019. Globalmente, houve uma redução de 900 milhões de turistas internacionais no mesmo comparativo.

A queda ocorreu em decorrência, principalmente, da pandemia de coronavírus. Em nota divulgada pelo governo egípcio nesta terça-feira (05), a ministra do Planejamento e Desenvolvimento Econômico do país, Hala El Said, se reuniu com o ministro do Turismo e Antiguidades, Khaled El Enany (foto acima), para traçar planos para o setor.

El Said afirmou que o turismo é uma das áreas mais afetadas pela crise da covid-19, mas que o cenário traz também oportunidades. Para ela, o momento é de entender quais melhorias estruturais e técnicas podem ser feitas, além de aumentar a eficiência com desenvolvimento de equipamentos e de recursos humanos.

Já Khaled El Enany lembrou que, ainda durante a pandemia, o Egito anunciou uma série de descobertas arqueológicas que devem gerar impactos positivos na retomada do turismo.

Os ministros também discutiram a ativação das chamadas Contas Satélite do Turismo (CST) junto ao Ministério do Turismo e Antiguidades. As CSTs são unidades que reúnem informações e ajudam a mensurar os impactos de uma crise no setor. Segundo El-Saied, as CSTs garantirão a padronização das fontes de dados de acordo com uma metodologia científica que facilita a análise e comparação com os padrões internacionais para entender as capacidades competitivas do setor de turismo no Egito.

Divulgação

Publicações relacionadas