Setor imobiliário de Sharjah movimentou US$ 6,1 bilhões

Foram registradas mais de 54 mil transações no segmento no ano passado. Montante foi considerado expressivo para o emirado.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – O setor imobiliário de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, registrou transações de 22,5 bilhões de dirhams no ano passado, segundo relatório anual da Divisão de Registro de Imóveis local. O valor equivale a US$ 6,1 bilhões pela conversão atual. Foram registradas 54.125 operações de compra e venda, de acordo com reportagem publicada na Emirates News Agency (WAM), agência de notícias oficial do país.

Investidores de 48 nacionalidades fizeram negócios no emirado. Os cidadãos do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) foram os maiores investidores, com 20 bilhões de dirhams (US$ 5,4 bilhões) em transações. Estrangeiros de fora da região foram responsáveis por negócios de 2,5 bilhões de dirhams (US$ 680 milhões). A movimentação total foi citada pela WAM como “boom” e como “expressiva”.

O diretor-geral da Divisão de Registro de Imóveis de Sharjah, Abdul Aziz Ahmed Al Shamsi, atribuiu o crescimento às oportunidades do setor no emirado, às facilidades de financiamentos dadas por bancos e à decisão do governo de oferecer vistos de até 10 anos para investidores e outros perfis de estrangeiros. “Abriu as portas para novos investidores e desenvolvedores”, disse ele.

Sharjah foi nomeada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultural (Unesco) como a capital da cultura árabe e abriga uma série de atrações culturais, como museus, galerias e locais históricos. O emirado tem em seu território desertos, longos trechos de praia e sítios arqueológicos. Ele fica em posição estratégica, com vasta costa do Mar do Golfo.

Alexandre Rotenberg/Robert Harding/AFP

Publicações relacionadas