Exportação do agronegócio somou US$ 10 bi em maio

Vendas externas cresceram 3% em relação ao mesmo mês do ano passado. A soja foi a principal responsável pelo desempenho e respondeu por 58% do total embarcado pelo Brasil.

Alexandre Rocha
alexandre.rocha@anba.com.br

São Paulo – As exportações do agronegócio brasileiro somaram US$ 9,97 bilhões em maio, um aumento de 3% sobre o mesmo do ano passado, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (13) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A pasta informou que o crescimento ocorreu em função de um avanço de 1,3% no preço médio das mercadorias e 2% nas quantidades embarcadas.

Entre os produtos, o complexo soja (grãos, óleo e farelo) teve forte impacto no desempenho, pois o auge do escoamento desta safra ocorre em maio, segundo o Mapa. As vendas externas somaram US$ 5,81 bilhões, um acréscimo de 22,9% em relação ao mesmo mês de 2017. A soja respondeu por 58,2% das exportações do agronegócio.

Em segundo lugar, as exportações de produtos florestais somaram US$ 1,11 bilhão, um aumento de 14,2% na mesma comparação, com destaque para o desempenho dos embarques de celulose. Na terceira posição, as carnes, porém, registraram recuo de 9,6% nas vendas externas, para US$ 1,11 bilhão, com impacto especialmente da redução das exportações de frango.

Caíram também os embarques do setor sucroalcooleiro e de café, mas houve desempenho positivo nas vendas de suco de laranja, arroz, bovinos vivos, mangas, castanha do pará e melões.

No acumulado do ano, as exportações do agronegócio somaram US$ 40,32 bilhões, um crescimento de 3,8% sobre os cinco primeiros meses do ano passado.

Divulgação/Appa

Publicações relacionadas