Exportação do agronegócio caiu 2,4% em abril

Brasil embarcou o equivalente a US$ 8,57 bilhões no mês passado. No acumulado do ano, porém, vendas estão em alta de 0,2%.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – As exportações do agronegócio brasileiro somaram US$ 8,57 bilhões em abril, um recuo de 2,4% em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (15) pelo Ministério da Agricultura.

No acumulado de janeiro a abril, os embarques renderam US$ 30,42 bilhões, um aumento de 0,2% sobre os quatro primeiros meses de 2018. O volume exportado avançou 5,9%, ao passo que o preço médio das mercadorias comercializadas caiu 5,4%.

Os principais produtos exportados pelo Brasil de janeiro e abril foram os do complexo soja (grãos, óleo e farelo), produtos florestais, carnes, café e cereais. O ministério ressaltou que o complexo sucroalcooleiro (açúcar e etanol) deixou a lista dos cinco maiores setores exportadores.

A pasta destacou também que o volume embarcado de celulose cresceu 2,6% e bateu recorde para o período. A receita avançou 8,5% na mesma comparação, para US$ 3 bilhões, valor também recorde. Aumentaram ainda as exportações de carnes, café e cereais.

Houve, no entanto, recuo de 0,6% no faturamento com as vendas do complexo soja.

Os embarques do agronegócio brasileiro ao Oriente Médio aumentaram 14% de janeiro a abril. A participação da região no total exportado pelo Brasil subiu de 7,3% para 8,3%.

Arquivo/TPPF

Publicações relacionadas