FGV: economia brasileira cresceu 1,2%

O PIB avançou em 2019 impulsionado por investimentos e consumo das famílias, segundo a pesquisa Monitor do PIB, da Fundação Getulio Vargas. O índice não é o oficial do PIB.

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

Rio de Janeiro – O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 1,2% em 2019, segundo dados do Monitor do PIB da Fundação Getulio Vargas (FGV). De acordo com a pesquisa, divulgada nesta terça-feira (18), o resultado foi provocado, sob a ótica da demanda, pelos crescimentos de 2,7% na formação bruta de capital fixo (investimentos) e de 1,8% no consumo das famílias.

As importações também cresceram (1,4%) no período. As exportações, por outro lado, tiveram queda de 2,2% no ano. Sob a ótica da produção, os três grandes setores (agropecuária, indústria e serviços) cresceram. A FGV não divulgou, no entanto, qual foi a taxa de crescimento de cada segmento.

O Monitor do PIB não é, porém, o indicador oficial do Produto Interno Bruto do Brasil, que é calculado e divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Lucio Tavora/AFP

Publicações relacionadas