Líbano aprova rodada de licitações para exploração de gás

Ministra de Energia e Água do país, Nada Boustani, divulgou oportunidade no Twitter nesta quinta-feira (04). O prazo para apresentações de propostas é 31 de janeiro de 2020.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – A ministra de Energia e Água do Líbano, Nada Boustani (foto), publicou em sua conta do Twitter nesta quinta-feira (04) que o governo aprovou a realização de uma segunda rodada de licitações para exploração e produção de energia offshore, com prazo para apresentação de propostas até 31 de janeiro de 2020.

O Líbano concedeu uma licença para exploração e produção de petróleo e gás offshore ano passado para um consórcio formado pela francesa Total, a italiana Eni e a russa Novatek, que pretende perfurar seu primeiro poço até o final deste ano.

A agência que administra o setor, Administração Libanesa de Petróleo (LPA, na sigla em inglês), recomendou que quatro blocos offshore – em alto mar – fossem incluídos na segunda rodada de licitações, mas Boustani não informou se a inclusão foi aprovada.

Um dos blocos concedidos na primeira rodada de licenciamento estava localizado na fronteira marítima com Israel, mas o consórcio afirmou que não estava perfurando perto das águas disputadas.

O Líbano fica na Bacia do Levante, no leste do Mar Mediterrâneo, onde uma série de grandes campos de gás natural foram descobertos desde 2009 em águas cipriotas, israelenses e egípcias.

Beirute, capital do país, tentou lançar sua primeira exploração offshore em 2013, mas por problemas políticos internos, o lançamento inicial ocorreu somente em 2017.

O desenvolvimento de energia offshore tem sido um objetivo central para sucessivos governos de um Líbano na tentativa de melhorar o desempenho da economia local.

*Com informações do Zawya, site de notícias do Oriente Médio.

Anwar Amro/AFP

Publicações relacionadas