O brasileiro que leva açaí para o Kuwait

Marcelo Prado é sócio-diretor da trading Brazfoods, junto com o kuwaitiano Sabah Al-Sabah. Eles exportam açaí e outros ‘sorbets’ de frutas do Norte do Brasil para o país árabe há sete anos e buscam expandir os negócios no Oriente Médio e Norte da África.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – Um encontro improvável entre um sergipano de Aracaju e um kuwaitiano em Madrid rendeu um caso de sucesso nos negócios. Marcelo Gurgel Prado e Sabah Al-Sabah (foto acima) estudaram juntos num curso de MBA em 2009, na Espanha, e três anos depois fundaram a trading Brazfoods, que exporta açaí para o Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes.

Durante as férias do curso, Sabah foi passar um réveillon no Rio de Janeiro e se apaixonou pela cultura brasileira. Prado conta que foi depois desta visita que surgiu a ideia do negócio. O amigo árabe disse a ele que o Kuwait precisava conhecer um pouco do Brasil, e queria levar um produto bem brasileiro para seu país.

Brazfoods exporta açaí congelado em três tamanhos

Prado e Sabah se tornaram sócios e fundaram a Brazfoods em 2012. Desde então, a trading exporta açaí congelado pronto para o consumo em três versões: açaí com guaraná, açaí com morango e açaí com banana, em três tamanhos diferentes, 250 gramas, 500 gramas e 3,6 quilogramas. A marca própria se chama “Acai Brazil”.

Além do fruto típico da Amazônia, a empresa exporta “sorbet” (sorvete sem leite) de outras frutas do Norte do Brasil, como taperebá, graviola, manga e castanha do Pará, mas estes, em volume muito baixo. “As outras frutas não têm tanta saída porque a concorrência é grande com países como Tailândia e Índia, que oferecem os mesmos produtos a preços mais baixos, por estarem mais próximos do Oriente Médio”, explicou Prado em entrevista à ANBA por telefone de Madrid, onde vive. Já o açaí não tem concorrência no país árabe, disse o diretor, por ser um produto tipicamente brasileiro.

Segundo Prado, um contêiner com 20 toneladas de produto é exportado para o Kuwait a cada três meses, para atender supermercados e lojas de sucos na Cidade do Kuwait. Uma parte é transportada em caminhões refrigerados para Riad, na Arábia Saudita, e outra vai para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Sabah com cliente no estande da Brazfoods na feira de alimentos Gulfood, em Dubai, em 2017

“Estamos conversando com outras tradings e queremos expandir nosso negócio para o Catar e Omã, e também queremos prospectar no Norte da África, no Egito, principalmente”, contou Prado. De acordo com o diretor, o Catar é um desafio maior por conta do embargo econômico da Arábia Saudita ao país, em vigor desde meados de 2017. “Teríamos que enviar os produtos de avião para lá, o que encareceria um pouco o produto final, mas estamos avaliando e queremos fechar negócio com eles antes da Copa do Mundo, em 2022”, informou.

A matéria-prima vem de Belém do Pará e o produto final é fabricado no Rio de Janeiro, e exportado pelo Porto do Rio. O navio demora cerca de 60 dias para chegar ao Kuwait, e todos os produtos têm o certificado halal, ou seja, são próprios para o consumo de muçulmanos.

“Eu visito o Kuwait a cada quatro meses, mais ou menos, e sou apaixonado pela região, pela cultura deles”, disse Prado. “Como eles são muçulmanos e não consomem bebidas alcoólicas, os encontros sociais geralmente acontecem em cafeterias ou lojas de sucos, e por terem um clima muito quente, o açaí é uma ótima pedida e está fazendo bastante sucesso por lá”, concluiu.

Sabah já participou com a marca da Gulfood, principal feira da indústria alimentícias do Oriente Médio, que ocorre anualmente em Dubai.

Além da Brazfoods, Prado atua também com uma trading espanhola, que exporta produtos como azeite, azeitonas, jamón (presunto cru espanhol) e vinho para o Brasil, e também vende azeite e azeitonas espanholas para o Kuwait. Sabah, além da trading, tem uma construtora no Kuwait.

Contato

Brazfoods
Marcelo Gurgel Prado
(+34) 600 633 195
marcelo.gurgel@brazfoods.com
brazfoods.com

 

Divulgação
Divulgação
Divulgação

Publicações relacionadas