Participação feminina cresce 150% nos esportes sauditas

Nos últimos cinco anos, a participação feminina nos esportes da Arábia Saudita mais que dobrou. O crescimento é atribuído ao programa Visão 2030, que vem dando mais espaço para mulheres participarem de atividades esportivas.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – A participação feminina nos esportes na Arábia Saudita cresceu quase 150% nos últimos cinco anos, de acordo com o Ministério do Esporte do país árabe. Esse crescimento pode ser atribuído ao programa Visão 2030, que vem dando mais oportunidades para mulheres participarem em atividades esportivas.

Dentro do Visão 2030 há o programa Qualidade de Vida, em que a Federação Saudita de Esportes para Todos (SFA na sigla em inglês) vem trabalhando para aumentar a participação semanal em esportes em 40% até 2030, introduzindo um ambiente esportivo mais inclusivo e incentivando meninas e mulheres a praticarem esportes.

“Para termos uma comunidade saudável e ativa nós temos que fornecer a todos os membros da sociedade saudita acesso a boas oportunidades para que as pessoas descubram seu amor pelo esporte”, disse o presidente da SFA, Khaled bin Alwaleed bin Talal, ao jornal Arab News.

Segundo Talal, a SFA precisa aumentar a participação na atividade física e, com as mulheres liderando esse impulso nacional, a meta do Visão 2030 está no caminho para ser cumprida.

Em fevereiro, a SFA inaugurou a primeira Liga de Futebol Feminina (WFL) do país. Para o gerente de projetos especiais da SFA, Rawh Abdullah Alarfaj, ter uma liga de futebol para mulheres é um grande incentivo ao futebol feminino. “Estamos jogando futebol, formando ligas e treinando desde 2007, sem nenhum apoio tangível. Esta liga abrirá portas para qualquer mulher interessada no futebol”, disse.

O futebol é o esporte mais popular no mundo árabe em geral e na Arábia Saudita não é diferente. A WFL, primeira liga de futebol feminino do país a incluir o futebol de base, abrange jogadoras a partir dos 17 anos.

O lançamento da WFL seguiu a criação do time de futebol feminino Sauditas Verdes, outra iniciativa supervisionada pela SFA. Formado em 2018, o Sauditas Verdes competiu na Copa do Mundo de Metas Globais da ONU 2019 (GGWCP) e ficou em segundo lugar. Foi a primeira vez que uma equipe de mulheres sauditas participou de um evento internacional.

“Foi uma experiência incrível em termos de aprender a conectar nossa paixão pelo esporte a objetivos que afetam nossa sociedade, país e mundo. Fazer parte da primeira equipe a competir internacionalmente foi uma honra e um sonho tornado realidade”, disse a treinadora da equipe, Maram Adel Albutairi, ao Arab News.

Para manter o ritmo diante da pandemia de coronavírus, a SFA está promovendo a campanha “Sua Casa, Sua Academia”, com o objetivo de incentivar as pessoas a se manterem ativas enquanto ficam em casa. Grandes personalidades do esporte foram recrutadas como embaixadoras, incluindo as principais treinadoras, para envolver mais mulheres e oferecer opções de exercícios em casa.

A SFA também realizou o primeiro Festival Esportivo para Mulheres Sauditas (WFF) em junho, um evento virtual de três dias com palestras sobre nutrição, fitness, exercícios virtuais e discussões sobre liderança.

Omar Salem/AFP

Publicações relacionadas