Seminário debate dois anos do acordo Mercosul-Egito

Tratado de livre-comércio entrou em vigor em 2017. Na quinta-feira, palestras na Câmara Árabe vão detalhar a evolução dos negócios no período e as perspectivas futuras.

Alexandre Rocha
alexandre.rocha@anba.com.br

São Paulo – A Câmara de Comércio Árabe Brasileira e o Escritório Econômico e Comercial do Egito em São Paulo promovem na próxima quinta-feira (16) o seminário “Acordo Mercosul-Egito: panorama de mercado após dois anos de sua entrada em vigor”. O evento vai ocorrer das 09 às 11 horas na sede da Câmara Árabe, na capital paulista.

Vão dar palestras o diretor do Departamento de Acordos Internacionais do Ministério da Indústria e Comércio do Egito, Michael Gamal, o chefe do Escritório Comercial do Egito em São Paulo, Mohamed Elkhatib, e a gerente de Relações Institucionais da Câmara Árabe, Fernanda Baltazar.

“O objetivo é destacar como ficou o comércio bilateral depois de dois anos, mostrar em que o Brasil e o Egito se beneficiaram”, disse o secretário-geral da Câmara Árabe, Tamer Mansour.

O acordo de livre-comércio entre o Mercosul e o Egito entrou em vigor em setembro de 2017, e prevê a eliminação gradual de tarifas de importação de mais de 90% dos produtos comercializados pelas duas partes ao longo de dez anos. Parte das mercadorias foi desgravada logo que o tratado passou a vigorar, mais de mil no caso das exportações do bloco sul-americano ao país árabe.

Mansour ressaltou que antes do acordo o volume de comércio do Brasil com o Egito estava na quinta posição no que diz respeito às relações comerciais do País com as nações árabes, mas agora subiu para a terceira colocação, considerando a soma de exportações e importações.

Levando em consideração apenas as exportações, o Egito passou para o primeiro lugar entre os mercados árabes do Brasil em 2018, à frente da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos.

“Vamos discutir novas perspectivas para as relações comerciais depois de passados dois anos do acordo, pois em breve serão reduzidas tarifas para mais produtos manufaturados”, afirmou Mansour.

Ele acrescentou que Michael Gamal vai falar ainda sobre a legislação referente ao acordo, a documentação necessária para usufruir de seus benefícios e a perspectiva de início da certificação online das exportações do Brasil ao Egito. “Ninguém melhor do que o diretor do Departamento de Acordos Internacionais [do governo egípcio] para falar sobre estes assuntos”, declarou.

O seminário é indicado para empresas que fazem – ou estão interessadas em fazer – negócios com o Egito. As inscrições são gratuitas.

Serviço

Seminário “Acordo Mercosul-Egito: panorama de mercado após dois anos de sua entrada em vigor”
Quinta, 16 de maio de 2019, das 09 às 11 horas
Auditório da Câmara Árabe
Avenida Paulista, 283, 11º andar, São Paulo, SP
Para se inscrever, clique aqui

Ahmed Al Sayed/Anadolu Agency/AFP

Publicações relacionadas