Um pavilhão para conectar brasileiros e árabes

Estande da Câmara Árabe na Apas Show usa elementos típicos e foi inspirado na arquitetura de universidade saudita. Presidente da entidade destaca a importância do impacto visual.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – O estande da Câmara de Comércio Árabe Brasileira na feira supermercadista Apas Show está de cara nova. Com elementos da cultura árabe, como arabescos, muxarabiês e pórticos, além de transparências em madeira vazada e vidro, o projeto foi baseado no visual de uma universidade saudita, a Princess Nourah Bint Abdulrahman University (PNU), com sede em Riad.

Porta principal tem pórtico e arco árabe

O espaço 102 metros quadrados foi concebido com base em uma pesquisa visual feita pela agência Wiyn Comunicação e Design, que trabalhou com a Câmara Árabe no projeto do ano passado. “Eu estava pesquisando referências visuais do mundo árabe, quando me deparei com as imagens desta universidade saudita”, disse o sócio diretor da agência, Aldo Capucci Filho.

O briefing passado para Capucci foi de que o estande deveria exaltar referências à arquitetura árabe, além de ter suas dimensões mais visíveis aos visitantes. “A ideia foi trazer mais transparência e leveza, e que as pessoas pudessem ver o que há dentro do estande”, disse Capucci, que fez o croqui e passou o trabalho para o arquiteto André Macedo Corrêa, do escritório Archt, executar o projeto.

“Nosso direcionamento foi fazer uma cenografia que remetesse à cultura árabe, com elementos típicos como os muxarabiês, um arabesco geométrico muito presente nos países árabes”, contou Corrêa. Os mosaicos foram recortados a laser em madeira, dando leveza, transparência e maior visibilidade ao espaço. Os uma espécie de treliça de madeira e têm como função, além do aspecto visual, ventilar e iluminar ambientes, protegendo e dando efeitos sombreados. Na arquitetura árabe tradicional, o muxarabiê é um balcão protegido por uma treliça de madeira que permite a quem está dentro do edifício ver o que se passa na rua, mas quem está do lado de fora não consegue ver o interior.

Universidade saudita: referência estética

Segundo Corrêa, o projeto é “clean, todo em cor branca e madeira em tom caramelo. A área interna é formada por vidro com os arabescos em madeira, e conta com mesas para reuniões, um balcão para o café e um espelho para ampliar o espaço. A área externa tem vitrines e totens para os expositores, com bancos altos. A porta principal é um pórtico e tem um arco típico árabe. O teto tem uma faixa retro-iluminada em luz branca.

Este foi o primeiro projeto que Corrêa fez para a Câmara Árabe. “A Apas Show é a feira mais importante do nosso semestre porque tem essa preocupação estética, é uma feira muito bonita, tem esse cuidado com a cenografia”, pontuou o arquiteto que, este ano, assinou o projeto de 16 estandes na feira.

Na feira de alimentos Anufood, que teve sua primeira edição em março deste ano, o estande da Câmara Árabe foi baseado no projeto para a Apas. “Nós criamos o conceito para a Apas, e para a Anufood fizemos um projeto semelhante, uma derivação, com dimensões diferentes”, contou Capucci.

Novo estande da Câmara Árabe na Apas Show 2019

O presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, falou sobre a importância de haver o impacto visual para os visitantes. “A estética em si passa uma mensagem da cultura árabe e chama a pessoa para nos visitar, e isto está alinhado com o propósito da Câmara Árabe, de conectar brasileiros e árabes para promover o desenvolvimento econômico, cultural e social.”

O projeto está concorrendo pela primeira vez ao prêmio Stand Apas Show 2019 by Popai de Melhor Estande Internacional. A premiação acontece no dia 08 de maio. Se for vencedora, este será o segundo prêmio da Câmara Árabe no evento. Em 2017, ela ganhou o prêmio Geração de Negócios, na categoria Estande Grande.

Serviço

Apas Show 2019
06 a 08 de maio, das 14h às 22h
09 de maio, das 13h às 19h
Expo Center Norte
Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme
São Paulo

Rodrigo Rodrigues/Câmara Árabe
Rodrigo Rodrigues/Câmara Árabe
Divulgação
Rodrigo Rodrigues /Câmara Árabe

Publicações relacionadas