USP realiza 2ª Conferência Internacional sobre a Palestina

Fórum ‘Oslo aos 25: A Paz Elusiva’ ocorre nos dias 22 e 23 de outubro, na Cidade Universitária, em São Paulo. As inscrições estão abertas e são gratuitas.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – O Centro de Estudo Árabes e o Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP) estão organizando a 2ª edição da Conferência Internacional sobre a questão da Palestina, a “Oslo aos 25: A Paz Elusiva”, em referência aos acordos de paz assinados na capital norueguesa há 25 anos, entre o então presidente da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), Yasser Arafat, e o ex-primeiro ministro de Israel, Yitzhak Rabin, e mediados pelo então presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton. O fórum ocorre nos dias 22 e 23.

O objetivo do evento é analisar a história, discutir o legado e refletir sobre o futuro da paz no Oriente Médio. “Queremos debater sobre os problemas e falhas que levaram ao fracasso desse acordo”, disse Arlene Clemesha, professora de História Árabe da USP e uma das organizadoras do evento (à direita na foto acima, da 1ª edição da conferência). Segundo Clemesha, haverá discussão sobre os principais problemas enfrentados nesses acordos, que terminaram por criar o atual contexto jurídico, político e social na região.

A conferência vai reunir acadêmicos, diplomatas, representantes políticos, de organizações não governamentais e demais representantes da sociedade civil brasileira e latino-americana para refletir sobre os últimos 25 anos do processo de paz na região.

Obras de Bassyouni, “70 anos de Espera” estará em exposição na conferência

Nomes de peso estão confirmados nos painéis ao longo dos dois dias, como o embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Alzeben; o presidente da Comissão Internacional de Inquérito sobre a Síria na ONU, Paulo Sérgio Pinheiro; a ex-Comissária Geral da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (Unrwa), Karen K. Abuzayd; o professor de Direito Internacional na Fundação Getúlio Vargas, Salem Nasser; e o diplomata palestino e antigo embaixador da OLP na Rússia, Afif Safieh.

“Queremos promover um espaço de informação e troca sobre a questão da paz no Oriente Médio, aprofundar a discussão e mostrar o que realmente importa para chegarmos a soluções de paz. Também vamos ver como a sociedade civil brasileira pensa, e como se posiciona, na solução desse conflito”, disse Clemesha.

Segundo a professora, é inevitável a discussão também sobre o atual cenário político-eleitoral brasileiro. “Não dá para fugir da questão das eleições, vamos ter de pensar sobre o que vai acontecer com a política externa do Brasil”, comentou.

Os painéis com palestrantes internacionais terão tradução simultânea. As inscrições são gratuitas e é possível ver toda a programação da conferência e se inscrever no site e na página do evento no Facebook.

A conferência contará ainda com a exposição de arte Pop Art Exodus, do artista libanês Mohammad Bassyouni e organizada pela Galeria P21, de Londres, que é especializada em arte voltada para o tema da Palestina. A Conferência é uma parceria da USP com o Middle East Monitor de Londres e o Common Action Forum de Madri. A primeira edição do evento foi em 2016.

Serviço

Conferência Internacional sobre a questão da Palestina
‘Oslo aos 25: A Paz Elusiva’
22 e 23 de outubro, das 14 às 20 horas
Departamento de História da USP – Auditório Nicolau Sevcenko
Cidade Universitária – Professor Lineu Prestes 338 – Butantã
Inscrições abertas
Grátis

Aline Baker
Reprodução/Mohammad Bassyouni

Publicações relacionadas