Exposição no Líbano homenageia embaixador brasileiro

A mostra inédita ‘Cores da Bahia, um tributo a Paulo e Vera’, da artista Ana Cacau, presta homenagem ao embaixador e à embaixatriz brasileiros em Beirute, que morreram num acidente de carro na semana passada.

Bruna Garcia Fonseca
bruna.garcia@anba.com.br

São Paulo – A embaixada do Brasil em Beirute e o Centro Cultural Brasil-Líbano organizam a exposição inédita “Cores da Bahia, um tributo a Paulo e Vera”, da artista baiana Ana Cacau, com abertura em 21 de maio (terça-feira) a partir das 19 horas, no Centro Cultural, na capital libanesa. A mostra vai até 24 de maio.

A exposição de telas abstratas presta homenagem aos também baianos Paulo Cordeiro e Vera Estrela, embaixador e embaixatriz do Brasil em Beirute, que morreram tragicamente em um acidente de carro na Itália, na semana passada. Cordeiro ocupava o posto no país desde o ano passado. “Os dois eram muito orgulhosos de suas origens”, disse à ANBA Thiago Oliveira, chefe do setor cultural da Embaixada do Brasil em Beirute, por telefone, do Líbano.

Esta será a primeira vez que Ana Cacau expõe suas obras em um país árabe, e também a primeira viagem que fará ao Líbano. Por telefone, a pintora conversou com a ANBA, de Salvador, e contou que vinha planejando a exposição desde o ano passado, junto à embaixada. “Foi uma fatalidade muito triste o que aconteceu com o embaixador e sua esposa, eu soube que eles eram muito amados; estou honrada de prestar essa homenagem a eles”, declarou.

Sobre a exposição, Cacau contou que serão apresentadas dezesseis telas inéditas em formato 90 cm por 70 cm, cada uma referente a uma palavra em tom positivo, como Sucesso (foto), Leveza, Alegria, Amor e Paz. “As obras representam a energia e a cor que cada uma dessas palavras emite”, informou a artista, que é estudiosa da Física Quântica.

“Escolhi palavras positivas porque acredito que a arte seja uma forma de trazer esse lado bom, é uma linguagem universal e cada tela é feita com muito amor, quero levar essa energia boa para a casa das pessoas”, disse Cacau. As obras estarão à venda, ainda sem valor definido.

Ana Cacau chega em Beirute alguns dias antes da exposição. No dia 17 de maio, sexta-feira à tarde, ela fará uma oficina de pintura, gratuita e em português, com crianças brasileiras que vivem no Vale do Bekaa. A oficina será realizada na prefeitura de Lucy, e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail brasiliban@itamaraty.gov.br.

“Ela [Cacau] celebra a arte da Bahia, é muito popular na região”, acrescentou Oliveira. Cacau contou que artistas como Daniela Mercury, Saulo, Armandinho e Carla Perez têm obras suas em casa.

Cacau sempre trabalhou com arte, e desde o ano 2000 trabalha especificamente com pintura a óleo e acrílico sobre tela, e estruturas tridimensionais. A artista usa uma técnica de transparência e sobreposição de imagens figurativas, e tem participado de exposições no Brasil e no exterior.

Mais informações na página do evento no Facebook.

Serviço

Exposição “Cores da Bahia, um tributo a Paulo e Vera”
Centro Cultural Brasil-Líbano
Abertura em 21 de maio, às 19 horas
22, 23 e 24 de maio, das 10 às 20 hiras
Mar Mitr street, Trad building, N. 176, Achrafieh
Beirute, Líbano
Entrada gratuita

Divulgação

Publicações relacionadas