Jordânia recebeu 124% mais turistas brasileiros em novembro

Número de visitantes do Brasil que foram ao país árabe e pernoitaram no destino cresceu 105% em relação ao mesmo mês de 2018.

Da Redação
anba@anba.com.br

São Paulo – Em novembro de 2019, o número de visitantes brasileiros na Jordânia aumentou 124% em comparação com o mesmo período do ano passado, informou a Global Vision Access (GVA), empresa de comunicação e marketing do Escritório de Turismo da Jordânia no Brasil.

O número engloba turistas que passam apenas um dia no país e aqueles que pernoitam no destino. Entre o primeiro grupo, o aumento foi de 181%, já o que inclui pernoites cresceu 105%. Fazer com que os turistas passassem mais de um dia na Jordânia era uma das metas da GVA quando se tornou representante do destino no Brasil no início de 2019.

“Estamos mostrando cada vez mais a diversidade de atrações do país, tanto a parte histórico-cultural, quanto suas belezas naturais únicas. As pessoas não estão apenas fazendo bate e volta na Jordânia para conhecer Petra, mas muitos viajantes estão optando por ficar mais tempo e explorar outros lugares, como mostra este aumento tão grande no número de pernoites”, afirmou em nota Gisele Abrahão, diretora da GVA.

Os dados de janeiro a setembro deste ano, reunidos pelo Ministério de Turismo e Antiguidades da Jordânia, também apontou aumento. No período, 78% mais brasileiros foram aos principais destinos turísticos do país, no comparativo com 2018.

Apenas em Petra (foto acima), até setembro, o número de visitantes brasileiros saltou de 6.242 para 10.000 pessoas, aumento de 60%. Para Abrahão, o local segue um importante destino porque tem, além do monumento chamado Tesouro, sua atração mais famosa, outras construções milenares que precisam de pelo menos dois dias para serem conhecidas. Outros pontos turísticos do país são o Mar Morto, o deserto em Wadi Rum e a capital Amã.

Divulgação/Visit Jordan

Publicações relacionadas