Livro sobre crianças do Oriente Médio é lançado no Ceará

Na Bienal do Livro do Ceará, a publicação ‘Infância Refugiada – Retratos de um Conflito’ traz fotografias feitas pela brasileira Karine Garcêz em países como Palestina, Líbano e Síria. A obra tem ainda textos em português e inglês, e desenhos feitos por crianças.

Thais Sousa
tsousa@anba.com.br

São Paulo – O livro “Infância Refugiada – Retratos de um Conflito”, da fotógrafa brasileira Karine Garcêz, será lançado no dia 19 de agosto na Bienal Internacional do Livro do Ceará. Para produzir o conteúdo fotográfico, Garcêz percorreu, desde 2012, países do Oriente Médio como a Palestina. Já em 2014 e 2015, ela visitou Gaza, na Palestina, Beirute, no Líbano, Gaziantep, na Turquia, e Yarmouk, na Síria.

As fotos da cearense retratam a vida de refugiados (foto acima), especialmente de crianças e adolescentes. As obras foram feitas quando ela estava acompanhando missão da ONG holandesa Al Wafaa Campaign. As fotografias já compuseram a exposição “Infância Refugiada”, que esteve em cartaz em São Paulo, no Museu da Imigração.

O livro terá todos os textos em inglês e português, e páginas dedicadas a artes das próprias crianças clicadas. “A publicação conta com desenhos que as crianças me deram de presente e que, no livro, vão estar lá para o leitor colorir. Já os textos que acompanham as fotos falam da relação de deslocamento ambiental do Nordeste brasileiro com a questão do refúgio”, contou a fotógrafa à ANBA. Além de roda de conversa, na data a autora vai autografar os livros vendidos.

O livro foi produzido em parte com o valor arrecadado em uma plataforma de financiamento coletivo, conforme a ANBA antecipou, mas precisou também de investimento da própria fotógrafa. Garcêz contou ainda com apoio do governo do Estado do Ceará e como contrapartida vai doar 10% dos exemplares para o programa Agentes de Leitura, da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, que distribuirá o do livro no interior do estado.

No lançamento, dia 19, é comemorado o Dia internacional Humanitário. “[A data] é homenagem a Sergio Vieira de Melo, alto comissário das Nações Unidas que morreu em um bombardeio no Iraque neste dia. Este ano, a ONU escolheu o tema ‘mulheres humanitárias’. Escolhi este dia para falarmos sobre isso e chamar a atenção para a importância desse trabalho humanitário. Falaremos também sobre fotografia, que também é celebrada nesse dia”, explicou Garcêz.

O livro tem 132 páginas e o exemplar impresso sai por R$45. A publicação já está disponível para compra no site do projeto e tem opção de e-book, que custa R$35. O prefácio é assinado por Wajih Abderrahman, que foi reitor da Isra University, na Jordânia, entre 2006 e 2012.

Após a Bienal, a fotógrafa fará série de eventos para levar a obra em diferentes estados. Veja as datas e locais onde haverá lançamento:

Serviço

Lançamento do livro “Infância Refugiada – Retratos de um Conflito”
Dia 19 de agosto, às 17h
Bienal Internacional do Livro do Ceará – Centro de Eventos do Ceará – Av. Washington Soares, 999 – Edson Queiroz, Fortaleza

Dia 28 de agosto
Universidade Estadual da Paraíba – campus 5
Dia 26 de agosto
Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Dia 25 de setembro, às 19h
Al Janiah – São Paulo
Dia 18 de setembro, às 19h
Casa Nara – Rio de Janeiro

Livro “Infância Refugiada – Retratos de um Conflito”
Investimento: 45 reais
E-book: 35 reais

Site: http://www.retratosdeumconflito.com.br/

Karine Garcêz

Publicações relacionadas