Mercado reduz projeção para a taxa de juros

Institutições financeiras estimam que a Selic vai cair dos atuais 6% para 5% até o final do ano.

Agência Brasil
pauta@ebc.com.br

Brasília – O mercado financeiro continua reduzindo a projeção para a taxa básica de juros brasileira, a Selic, ao final deste ano. Segundo o boletim Focus desta segunda-feira (12), pesquisa divulgada todas as semanas pelo Banco Central (BC), a previsão é que a taxa Selic encerre 2019 em 5% ao ano. Na semana passada, a expectativa tinha caído de 5,5% ao ano para 5,25% ao ano.

As revisões das expectativas ocorreram após o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduzir a Selic em 0,5 ponto percentual para 6% ao ano, no dia 31 de julho. Para o fim de 2020, a previsão continua em 5,5% ao ano. Também não houve alteração na expectativa para o final de 2021 e 2022: 7% ao ano.

A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) foi ajustada de 0,82% para 0,81% neste ano. Segundo a pesquisa, não houve alteração nas estimativas para os anos seguintes: 2,1% em 2020, e 2,5% em 2021 e 2022.

Nesta segunda-feira, o BC informou que a atividade econômica apresentou retração pelo segundo trimestre seguido.

A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 3,80% para 3,76%. Não houve alteração nas estimativas para os anos seguintes: 3,90%, em 2020, 3,75%, em 2021, 3,5%, em 2022.

Wilson Dias/Agência Brasil

Publicações relacionadas