Câmara lança versão em árabe da ANBA

A agência de notícias passa a publicar conteúdo no idioma a partir desta quarta-feira (14), dentro da estratégia da entidade de potencializar a conexão entre brasileiros e árabes.

Alexandre Rocha
alexandre.rocha@anba.com.br

São Paulo – A Câmara de Comércio Árabe Brasileira lança nesta quarta-feira (14) a versão em idioma árabe da Agência de Notícias Brasil-Árabe (ANBA), com um café da manhã para convidados em Brasília. Às vésperas de completar 16 anos, o site de notícias da entidade torna-se o primeiro veículo de imprensa profissional do Brasil a publicar seu conteúdo em português, inglês e árabe. Especialmente para o lançamento, a agência publica entrevistas com o vice-presidente Hamilton Mourão, com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e com o secretário-geral da União de Câmaras Árabes, Khaled Hanafy.

“O site sempre se propôs a ser uma forte fonte de informações e a ocupar um espaço que não era ocupado na difusão de notícias sobre negócios e intercâmbio cultural entre brasileiros e árabes”, disse o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun. “As versões em português e em inglês já atendiam o Brasil e parte do mundo árabe, mas nossa meta era transformar a ANBA numa agência que também fala árabe.”

ANBA em árabe cria aproximação, quebra barreiras e diminui distâncias, diz Hannun

Com a nova versão, segundo Hannun, o veículo tem condições de se aproximar muito mais de parte do seu público-alvo, alinhado com a missão da Câmara de conectar brasileiros e árabes, onde quer que eles estejam, para promover o desenvolvimento econômico, social e cultural. “Na língua das pessoas, o site cria aproximação, quebra barreiras e diminui distâncias”, observou. “Mostra respeito pela cultura”, destacou.

O embaixador do Brasil em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, Fernando Igreja, pensa de maneira semelhante. “Apesar de o Brasil ser um país com uma forte presença árabe em diferentes domínios, há diferenças que somente o uso da língua pode superar. A ANBA em árabe cumprirá esse papel, trazendo para os árabes do século 21, um Brasil em árabe, com toda sua riqueza multicultural”, observou.

Na mesma linha, o decano do Conselho dos Embaixadores Árabes no Brasil e embaixador da Palestina, Ibrahim Alzeben, disse que as notícias da ANBA poderão ser transmitidas para um mercado de 350 milhões de consumidores em seu próprio idioma. “Vem em boa hora, dada a importância do mercado árabe para os fornecedores brasileiros”, declarou.

Alzeben: site abre enorme horizonte para negócios

O decano ressaltou que uma melhor troca de informações favorece o aumento do intercâmbio em diferentes áreas, não só nos negócios, mas no turismo, por exemplo. “[Permite] o descobrimento de uma visão holística do Brasil e do mundo árabe”, comentou. “Mostrar as coisas do Brasil, o turismo, a Amazônia, as oportunidades de investimentos etc.”, afirmou.

O embaixador da Liga Árabe no Brasil, Qais Marouf Kheiro Shqair, parabenizou e agradeceu a iniciativa da Câmara Árabe de ter um site de notícias em árabe e lembrou que o idioma é um dos mais falados do mundo, é uma das línguas das Nações Unidas e carrega uma grande história e cultura.

Estratégia

O lançamento da ANBA em árabe segue outras iniciativas realizadas este ano pela Câmara, no âmbito de seu novo planejamento estratégico, que tem como objetivo fazer com que os países árabes passem da quinta para a terceira posição entre os principais parceiros comercial do Brasil até 2028.

No primeiro semestre, a entidade inaugurou seu primeiro escritório internacional, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos; e em 1º de agosto lançou uma campanha de associação de empresas árabes, com meta de associar pelo menos 35 companhias da região até o final de 2019.

Shqair: árabe é um dos idiomas mais falados do mundo

“A associação árabe é mais um motivo para termos um site no idioma, pois a agência passa a falar a língua dos novos associados”, declarou Hannun. “As pessoas ficam mais à vontade para conversar, e isso se encaixa em nossa estratégia de ‘arabização’, integração cada vez maior com os árabes, de internacionalização, fortalecendo nossa presença física na região e tornando nossa comunicação mais dirigida e acessível.”

Na versão em árabe, o leitor poderá conferir conteúdos exclusivos produzidos pela equipe de jornalistas da ANBA e material sobre a realidade brasileira. “Estamos atendendo a uma demanda que tende a ampliar os negócios, pois mais empresas árabes poderão verificar as oportunidades existentes no Brasil”, disse Hannun.

Ele acrescentou que a nova ferramenta vai facilitar a comunicação também com governos de países árabes e com entidades empresariais da região, como câmaras de comércio e indústria.

Diplomacia

Igreja: versão no idioma vai ajudar diplomatas brasileiros no mundo árabe

Alzeben avalia que a ferramenta irá auxiliar o trabalho dos diplomatas árabes no Brasil. “Não somente [o trabalho] dos embaixadores, mas dos representantes dos setores público e privado em geral”, observou. “Para os próprios consumidores e empresas, vai abrir um enorme horizonte para negócios recíprocos”, destacou.

De opinião semelhante, o embaixador Fernando Igreja disse que a ANBA em árabe vai ajudar no trabalho dos diplomatas brasileiros na região. “Uma versão em árabe da ANBA é certamente um instrumento importante para a atuação das embaixadas do Brasil no mundo árabe e reforçará a presença do Brasil nesta região, com ganhos de natureza econômico-comercial, política e cultural”, destacou Igreja. “A ANBA em árabe será certamente uma ponte para maior aproximação e integração do Brasil com o Mundo Árabe”, concluiu.

Assista abaixo a um vídeo sobre a ANBA produzido para o lançamento do site em árabe.

Rodrigo Rodrigues/Câmara Árabe
Rodrigo Rodrigues/Câmara Árabe
Rodrigo Rodrigues/Câmara Árabe
Divulgação

Publicações relacionadas