Líbano será tema do carnaval da Império de Casa Verde

País árabe será homenageado por escola do grupo especial do carnaval paulistano em 2020. Carnavalesco esteve no Líbano recentemente para pesquisa.

Isaura Daniel
isaura.daniel@anba.com.br

São Paulo – O Líbano será homenageado no desfile da escola de samba Império de Casa Verde no carnaval paulistano de 2020. O carnavalesco da agremiação, Flávio Campello, esteve no país por cerca de uma semana neste mês e visitou vários locais para conhecer bem o país. A escola faz parte do grupo especial do carnaval de São Paulo. Em 2019, o tema do desfile da Império de Casa Verde foi cinema (foto acima).

Campello conheceu lugares históricos no Líbano

A Império de Casa Verde está começando os preparativos para o desfile do ano que vem. Em entrevista à ANBA, o vice-presidente da escola, Fábio Leite, contou que no dia 25 de junho será entregue a sinopse do enredo aos compositores, para que façam suas criações de samba-enredo. O samba é escolhido por concurso e os artistas que concorrem têm um mês para criá-lo, gravá-lo e apresentar suas propostas.

Leite conta que a ideia de ter o Líbano como tema do desfile surgiu em conversas dele e do presidente da escola, Alexandre Furtado, com amigos de origem libanesa. A escola nunca falou de um país como samba e eles se entusiasmaram. “Quando fomos conhecer um pouco da história do Líbano, ficamos fascinados”, fala ele. A pesquisa mostrou que o tema teria fundamento para fazer um bom samba e um bom carnaval, segundo Leite.

O vice-presidente conta que um dos desafios é transformar a história de 7 mil anos de um país em samba-enredo de 26 a 28 linhas. Para preparar o samba, os compositores recebem um material extenso sobre o assunto, para que a partir dele façam a música tema que vai embalar o desfile no sambódromo do Anhembi.

O carnavalesco esteve no Líbano acompanhado do cônsul honorário do Líbano no Brasil, Miled Khoury, conheceu lugares e teve a orientação do historiador Roberto Khatlab. “Desvendando novos mistérios para o enredo”, explica Leite. O vice-presidente adiante que o foco do desfile será a história do Líbano e que serão mostradas a gastronomia, cultura, construção e as civilizações que passaram pelo país árabe.

Leite: integração com libaneses

A escola planeja integração com a comunidade libanesa no Brasil daqui até o carnaval de 2020. Será criado um camarote para receber libaneses e descendentes para os ensaios. Estes estarão abertos à comunidade libanesa do Brasil e a libaneses que estiverem no País. A Império de Casa Verde também está disposta a estar presente em eventos da comunidade libanesa que ocorrerem até fevereiro.

Um dos poucos detalhes que Fábio Leite revela sobre o desfile em si – ele ainda não foi formulado e as escolas costumam manter os detalhes mais importantes em sigilo – é que está sendo cogitada a criação de uma ala só de pessoas de origem libanesa.

Na síntese do enredo que a Império de Casa Verde divulgou, a escola afirma que 22 civilizações contribuíram para a construção do Líbano, que ele é conhecido como o país dos cedros milenares, é situado no entrelaçado de três continentes, tem multiplicidade étnica contemporânea, com presença de fenícios, hititas, assírios, hebreus, árabes, egípcios, curdos, turcos, gregos, romanos, babilônicos, europeus e latino-americanos na sua história.

“Hospitaleiras, as pessoas estão sempre juntas. À noite reúnem-se para um bate-papo, jogar cartas, contar histórias e as novidades do dia, tudo acompanhado de saborosas frutas, doces, uma gastronomia única e um bom café ‘Super Brasil’, bem tradicional nessa terra mágica e guardiã dos sete mil anos de história!”, diz a síntese. O texto, intitulado “Marhaba, Lubnãn” (que quer dizer “Olá, Líbano”, em árabe) diz que o Brasil foi o país que mais acolheu libaneses no mundo.

“Faremos um grande desfile a altura de unificar a grandiosidade do Império de Casa Verde com o Líbano, que tanto agregou com sua migração para o Brasil trazendo sua cultura, arte e costumes”, disse o presidente da escola, em material divulgado pela assessoria. A Império de Casa Verde está em busca de mais patrocínio para o carnaval 2019.

Divulgação
Divulgação
Divulgação

Publicações relacionadas