Livro traz retrato afetivo do Líbano

Professor de História Contemporânea na UFRJ, Murilo Meihy lança obra em que narra a cultura dos imigrantes libaneses por meio das histórias de sua família.

Marcos Carrieri
marcos@anba.com.br

São Paulo – A imigração libanesa no Brasil ganhará em fevereiro uma nova narrativa. No fim do próximo mês, o professor de História Contemporânea da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFR J), Murilo Sebe Bon Meihy, fará o lançamento oficial de “Os Libaneses”, livro em que ele busca nas lembranças das histórias de sua família, retratar a cultura libanesa, além dos gostos, costumes e curiosidades do país árabe.

Meihy afirmou à ANBA que escreveu o livro após receber um convite da Editora Contexto, para a coleção “Povos e Civilizações” que reúne, entre outros títulos, “Os Chineses”, “Os Argentinos”, “Os Iranianos” e “Os Espanhóis”.

“Há muitas pesquisas, há livros sobre a imigração libanesa ao Brasil. Há teses sobre o tema. Minha ideia foi mostrar a história por uma ótica menos acadêmica e mais afetiva”, afirmou. “Três dos capítulos são reservados ao contexto histórico, e os outros, à cultura, formação política e memórias”, acrescentou.

Descendente de libaneses, Meihy nasceu em Taubaté, cidade do interior de São Paulo, e cresceu em Guaratinguetá, município próximo no Vale do Paraíba. No primeiro capítulo do livro, “Brimos, batrícios e habibs: quem são os libaneses?”, o autor recorda da loja de tecidos de sua família e dos principais concorrentes na cidade: uma família síria. Os sabores dos pratos típicos, palavras em árabe e os costumes dos seus parentes retratam, na verdade, a cultura libanesa.

Essas tradições, disse Meihy, chegou aos dias atuais, influenciou a cultura brasileira e é hoje tema de intensa curiosidade na sociedade. “Alguns fenômenos compõem o interesse pelo Oriente Médio. Um deles é a geopolítica e o ambiente regional conturbado, que atrai a curiosidade geralmente de estudantes. Outro é a maneira como a cultura libanesa foi assimilada no século 20. Não apenas por meio da sua influência na Língua Portuguesa, na culinária, mas inclusive na forma de se fazer negócios e de administrar um comércio”, afirma.

Além desta parte da cultura libanesa, outras minúcias e costumes particulares do dia a dia do país árabe ganham as páginas do livro. “O Líbano é o paraíso da cirurgia plástica”, “Quer conhecer um libanês? Pergunte qual é a marca do seu carro” e “No Líbano tudo é política” são alguns trechos da obra que levam o leitor aos detalhes desta cultura. O lançamento oficial está marcado para 25 de fevereiro na Livraria da Travessa, em Botafogo, no Rio de Janeiro.

Serviço

Os Libaneses
Murilo Sebe Bon Meihy
192 páginas, R$ 45
ISBN: 978857244932-8
Informações: http://editoracontexto.com.br/lancamentos/os-libaneses.html

Arquivo Pessoal

Publicações relacionadas